Total de visualizações de página

12 de jan de 2017

Gatos pretos usados em rituais religiosos, mito ou verdade?

Basta se aproximar do calendário um dia 13 caindo numa sexta-feira, que passamos a ver centenas de postagens em redes sociais orientando a não doarem gatos pretos nesse período, porque isso?



Quem nunca ouviu falar que gato preto dá azar? Que se um gato preto cruzar seu caminho é sinal de má sorte?

Na realidade a história dos gatos pretos vem de longa data. No Egito antigo os gatos eram reverenciados, considerados talismã de boa sorte. Na Pérsia antiga, acreditava-se que eles eram espíritos amigos, enviados para estar ao lado dos homens durante sua vida na terra.

Somente na idade média, marcada pela caça as bruxas, a imagem do gato preto mudou. Por ter hábitos noturnos e cor negra, as pessoas os ligavam às trevas e magia negra, chegando mesmo a acreditar que eram bruxas transformadas em animais.

Infelizmente, na sociedade atual perdurou a ideia implantada na Idade Média.
Algumas pessoas afirmam que pode haver sacrifício de gatos pretos em rituais religiosos, temos que tomar cuidado para não generalizar essa fala e não condenar religiões que nada tem haver com isso.

Para falar sobre o assunto, procuramos a Iyalorisá Simone ty oxossi do candomblé ketu. De acordo com ela, existe um grande mal entendido quando se associa as religiões de matriz africana com o sacrifico de gatos na sexta feira 13 ou em qualquer outro dia, seja preto, branco ou de qualquer cor.

Simone afirma que o verdadeiro estudioso e praticante das religiões africanas, sabe que é proibido todas as formas de sacrifício com animais domésticos, aquele que pratica tal ato não passa de ignorante e leigo destes cultos.

“Sexta-feira 13, dia das bruxas, ou qualquer outra data do tipo, não faz parte de nossa crença, é uma data como outra qualquer”, afirma a Iyalorisá.

 “Eu mesma sou possuidora de 5 cães e 3 gatos. Meus bichos são todos muito bem cuidados e tratados como membros da família. Condeno e desconheço qualquer culto usando tais animais”, concluí Simone.

Como podemos ver pelas declarações da Iyalorisá, não podemos generalizar a prática de sacrifício de gatos envolvendo, muitas vezes, religiões que não praticam e são contra.

No entanto vivemos numa sociedade pervertida, a maldade existe no coração de muitas pessoas. Muitos, talvez por ignorância ou pura maldade podem colocar em risco a vida desses animais inocentes.

Por isso, previna-se, tome cuidados redobrados com seus gatinhos nessa época e evita a doação, afinal, mesmo que não tenha nenhum fundamento essa história de gato preto, a verdade é que ainda prevalece em alguns o instinto de fazer maldade simplesmente por fazer.

Iyalorisa Simone ty Osóòsi Telefone: (12) 991865765

Nenhum comentário: