Total de visualizações de página

12 de jan de 2017

Cão adotado salva vida de menino de três anos

O cão havia sido adotado pela família fazia três meses.

Foto divulgação
Durante a noite o menino Charlie, de três anos, acordou, desceu as escadas e acabou se enrolando nos fios de uma cortina, talvez estivesse brincando. O caso ocorreu na cidade de Telford, Inglaterra.

Os fios da cortina se emaranharam no pescoço do menino, que quanto mais se mexia mais apertava os fios. A criança já estava se sufocando e se debatia muito, quando o cão Buster, que dormia dentro de casa, viu Charlie lutando e as cordas enroladas ao redor de seu pescoço.

Buster correu até a porta do quarto da mãe da criança e começou a latir insistentemente.

Natalie Blake, mãe da criança, despertou com os latidos, abriu a porta e foi guiada pelo cão até onde estava a criança, conseguindo chegar a tempo de desenrolar seu filho e salvar sua vida.

Para Natalia, o cão Buster foi o anjo da guarda de seu filho, e evitou um final trágico, se demorasse mais um pouco o menino teria morrido sufocado.
Buster foi realmente um anjo da guarda em forma de cão que velou pela vida do pequeno Charlie.

O cão havia sido adotado pela família fazia três meses através de um anúncio on-line.

Algumas pessoas fizeram criticas a família por terem adotado Buster, já que tinham uma criança pequena em casa, mas que essa ação do cão mudou a opinião de todos. O animal passou a ser o herói da família.

Blake disse que ela já teve anteriormente um cão German Shepherd, mas que Buster foi seu primeiro cachorro desde que Charlie nasceu. Disse que tinha tido algumas reservas sobre ter um cão, mas decidiu adotá-lo e ver se daria certo.

Ela acrescentou: "Antes meu filho tinha medo de cães, mas o contato com Buster fez mudar isso. Charlie amou Buster desde o primeiro dia”.

Nenhum comentário: